Massacre na Vila Andrade (SP)

(Divulgação | Original por MTST)

Famílias viviam na região há 40 anos!

Mais uma vez a “justiça” prevaleceu

Ainda era de manhanzinha quando os homens da tropa de choque da polícia militar do estado de São Paulo desembarcaram na comunidade da Vila Andrade para cumprir uma reintegração de posse.

Os policiais teriam que despejar (por no meio da rua) 57 famílias que por mais de 40 anos habitavam aquele local.

As casas eram simples, mas para aquelas famílias eram tudo que tinham. Um abrigo onde com muito esforço, bloco a bloco, ergueram um lar, lar onde cresceram seus filhos e se criou uma comunidade, a comunidade da Vila Andrade.

Encravada no meio do bairro do Morumbi, um dos m2 mais valorizados do país, nunca tiveram uma trégua por parte dos agentes do mercado imobiliário que nunca desistiram daquele pedaço de dinheiro.

Mas a “justiça” dos ricos tarda, mas não falha. E o mercado imobiliário encontrou na Juíza Fernanda Soares uma aliada para defender seus interesses e agindo assim expediu a reintegração de posse do terreno.

A polícia militar, por incrível que pareça, não queria efetivar a reintegração de posse, mas com o argumento de que tinha de cumprir a ordem da juíza, aguardava algum documento do governo municipal que servisse de desculpa para adiar ordem judicial que, lamentavelmente, foi negado pelo secretário de habitação do município de São Paulo.

No país da injustiça, quando a justiça é feita .. não é em benefício dos mais necessitados, mas sim em benefício daqueles que mandam na justiça, ou seja, os que detém o poder financeiro.

A juíza Fernanda Soares deve dormir com a consciência tranquila, pois mesmo sabendo que dezenas de pessoas não terão onde morar a partir de hoje … mesmo sabendo que este será o pior natal que essas pessoas já tiveram … ela sabe que aplicou a LEI … que fez justiça, a justiça dos cima.

Nesse sentido, a juíza está de parabéns, mas não serão os pobres que a cumprimentarão por essa decisão e sim os engravatados que provavelmente aguardavam essa decisão para implementar os projetos de construção de mais um condomínio de luxo no local.

Esses devem estar comemorando, pois, enfim, a justiça foi feita.

Texto de José Afonso da Silva

Anúncios

, , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: