Sem-teto entregam carta à prefeitura para solicitar moradias populares (PR)

Representantes do Movimento Popular por Moradia (MPM) entregaram, na manhã desta quarta-feira (13), uma carta à vice-prefeita de Curitiba Miriam Gonçalves (PT) solicitando compromisso da prefeitura com a garantia de moradias populares na capital.

Com o ato, os integrantes do MPM querem evitar que moradores da área de ocupação Nova Primavera sejam despejados, sem que antes tenha sido definido um local digno para abrigá-los. O conjunto é uma ocupação irregular, onde vivem cerca de 400 famílias, e está localizado na Vila Sabará, Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

De acordo com um dos representantes do MPM, Fernando Pena, durante a reunião – que ocorreu por volta das 10h30, no gabinete da vice-prefeita – foram discutidos os principais temas ligados ao assunto, entre eles a não execução de despejo violento dos moradores do conjunto, apoio ao Projeto de Lei municipal que prevê a criação de um aluguel social, e a legalização e criação, junto à prefeitura e outros órgãos do governo, de habitações populares para o conjunto Nova Primavera.

“A gente espera que tenha resultado muitos bons [o encontro]. A prefeitura se mostrou propícia para ajudar e concordamos que não haverá despejo enquanto não houver outra solução para os moradores”, descreveu Pena.

Segundo o MPM, na próxima quinta-feira (21), a prefeitura deverá emitir uma resposta a todas as solicitações feitas hoje pelos representantes do movimento.

Local de ocupação

O lugar onde os moradores do conjunto Nova Primavera estão abrigados foi ocupado em setembro do ano passado. O grupo é composto por moradores do Uberaba, Centenário, Barigui e Cidade Industrial.

O terreno pertence à empresa Damiani Engenharia, que informou, logo após o início desta ocupação, que aguardava parecer da prefeitura de Curitiba desde maio de 2010 para a construção de moradias populares na região.

Manifestação

Na manha desta quarta-feira, sem-teto vinculados ao MPM se manifestaram no Centro Cívico, em Curitiba, reivindicando apoio da prefeitura para evitar o despejo dos moradores da área de ocupação Nova Primavera.

Por volta das 10h30, os sem-teto se reuniram na Praça 19 de Dezembro, conhecida como Praça do Homem Nu. De lá, os manifestantes partiram em passeata até a prefeitura, onde alguns dos manifestantes foram recebidos pela vice-prefeita. Segundo o MPM, cerca de 300 pessoas participaram do ato.

Anúncios

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: