MTST se mobiliza contra violência policial no Jd. Rosana (SP)

(Divulgação | Original por MTST)

Neste 24/2, cerca de 300 sem-teto se solidarizaram à luta e ao luto do Rosana.

Neste domingo, 24/2, centenas de trabalhadores sem-teto da Ocupação Novo Pinheirinho de Embu fizeram uma Marcha até o Jardim Rosana (zona sul de São Paulo) para se solidarizar à comunidade e, em especial, às famílias dos 8 assassinados em janeiro de 2013 por uma chacina policial.

Os seis policiais que foram presos podem ser soltos nos próximos dias e as ameaças continuam na comunidade. Entre os assassinados estava o autor de uma filmagem que, semanas antes, mostrou ao país todo um assassinato a sangue frio praticado por policiais militares.

O MTST se mobilizou hoje para demonstrar que o Jd. Rosana não está sozinho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia a baixo a convocatória do Ato, elaborada pela Associação de Moradores do Rosana:

ATO PELA PAZ E PUNICAO DOS ASSASSINOS DA CHACINA DO JARDIM ROSANA – CAMPO LIMPO

DOMINGO – 24 DE FEVEREIRO PARTIDA: EM FRENTE DA IGREJA UNIVERSAL DO CEU CAMPO LIMPO, NA AVENIDA CARLOS LACERDA – 10 HS.

“Conversas animadas depois do trabalho, risos, grupos de adolescentes… Não, não estão mais lá.  01 mês e 20 dias após a chacina no Jd. Rosana, o bairro está praticamente deserto. O que ouvimos após as 22h30 da noite são passos apressados de adolescentes voltando da escola, o ecoar das correntes e cadeados que trancam os portões para manter a insegurança do lado de fora. O medo domina as ruas da “ponte prá cá”.  “Quando saio de casa ainda está escuro, antes de destrancar os portões de casa, olho pros dois lados da rua, se surge um carro estranho ou até mesmo uma sensação de medo fecho os olhos e faço uma oração pedindo proteção a Deus e vou pro ponto pegar meu ônibus”, diz um adolescente de 16 anos que sai às 05h00 da manhã para seu trabalho.  Jd. Rosana, Vale das Virtudes, Jd. Leonidas Moreira… os bairros da zona sul estão órfãos. Órfãos de liberdade, de educação, de lazer, de segurança, de paz e principalmente órfãos de Vida. Vida que foi interrompida, deixando apenas uma dor imensa, um vazio que não será preenchido e a sensação de esquecimento.  Não quereremos ser os próximos, não queremos nosso sangue escorrendo pelas ruas, não queremos ser manchete de jornal, não queremos virar apenas mais um numero frio e esquecido numa gaveta qualquer de uma mesa qualquer, num lugar qualquer…”

CONVOCAM:
Comunidade do JARDIM ROSANA
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)

, , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: