Os sem-teto não são bem-vindos nas proximidades de Higienópolis (SP)

(Divulgação | Original por FLM)

As famílias que ocuparam o prédio abandonado do antigo Hotel Lord estão sendo rejeitadas por alguns moradores das imediações. O imóvel fica na Rua das Palmeiras com a Rua Helvétia, está decretado de interesse social, tem ação judicial de desapropriação e aguarda licenciamento ambiental para licitação da obra. As famílias que lá estão desde 29/10 foram  procuradas por alguns moradores, que afirmaram que o bairro não é lugar para gente como elas morarem.  É lamentável perceber que para algumas pessoas os pobres só são bem-vindos para limpar as suas casas e cuidar de seus filhos.  Repudiamos este preconceito.

Carta publicada por nós no dia das ocupações

29/10/12 às 0:43

Excelências:

Dos Poderes Públicos:

Municipal, Estadual, Federal, do Judiciário e demais autoridades.

“Quando a necessidade é premente, os bens são comuns”.

São Tomás de Aquino

Não suportamos esperar mais. Nossas condições de moradia promove imenso sofrimento de nossas famílias. Se paga o aluguel não come, se come não paga o aluguel. Esta situação gera desagregação insuportável em nossas vidas.

O tempo passa e os poderes constituídos não trabalham para fazer nosso Direito vigorar. Em nossas pesquisas para realizar esta ação, ficamos estarrecidos com a quantidade de imóveis vazios e abandonados por 10, 15, 35 anos, que encontramos. Revelam um desperdício vergonhoso em nossa cidade. Afrontam a lei descaradamente. Não cumprem sua função social. Não obedece o domínio que a Lei exigiu de seus proprietários. Descaracteriza a cidade. Agridem o meio ambiente. E violam o Direito à cidade e à moradia das pessoas. Entretanto, e apesar disso, qualquer papel podre apresentado no Judiciário, os juízes ordenam a retirada dos sem teto com a violência armada da polícia. Depois lucram o prédio e os entregam para o lixo e insetos. E as pessoas continuam no sofrimento.

Em decorrência de nossa situação e da inércia dos poderes constituídos, tomamos a iniciativa, de acordo com nosso Direito de agir, assegurado pela Constituição Federal, e ocupamos os seguintes imóveis para ser nossas moradias.

  1. Estrada de Itapecerica da Serra, nº 9.999 – próximo ao Jardim Santo Eduardo.
  2. Rua José Bonifácio, 137
  3. Av. Ipiranga, 879
  4. Av. São João, 251
  5. Rua das Palmeiras c/ Rua Helvétia
  6. Av. Prestes Maia, 576 / 578
  7. Rua Quintino Bocaiuva, 242
  8. Escola Clóvis Graciano – Nova Cachoeirinha
  9. Alameda Cleveland, 195

10.  Rua Helvétia, 55

11.  Av. São João, 288

Não procurem nos intimidar. Não abriremos mão de nossos Direitos. Queremos juntos, transformar os imóveis abandonados em moradias populares. Queremos a realização de levantamento de inicio, no centro expandido, de todos imóveis abandonados e conferir função social a essas propriedades desapropriando-as. Vamos trabalhar para acabar com o imenso desequilíbrio social que existe em São Paulo desenvolvendo projetos de habitação popular.

São Paulo, 28 de outubro de 2012

FLM – FRENTE DE LUTA POR MORADIA

www.portalflm.com.br / E-mail: flmbrasil@gmail.com / Twitter: @LutaMoradia /

Facebook: Lutamoradia Frente de Luta por Moradia

Contatos: Osmar – 99516 – 0547 ou 9 8302-8197 / Carmem – 9 9680-7409 ou 7709-7896 / Felícia: 9 6620-6470 ou 7185-5874 /

Anúncios

, , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: