Ocupação Sônia Angel: moradia digna para o povo de Caxias! (RJ)

Na madrugada do último dia 28 de outubro, cerca de 200 famílias organizadas pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocuparam um terreno de propriedade do INCRA, situado ao lado da FEUDUC, na Avenida Presidente Kenedy, bairro de São Bento, em Duque de Caxias (RJ). Há décadas abandonado, o terreno, que era usado como depósito de entulhos, passa agora a cumprir uma função social.

A ocupação, batizada em assembleia geral dos ocupantes de “Sônia Angel”, em homenagem à militante comunista presa, torturada e assassinada pela Ditadura Militar, em novembro de 1973, é uma resposta das famílias ao déficit habitacional de Caxias, que ultrapassa 30 mil famílias.

Ainda nas primeiras horas da manhã, o local ia sendo limpo, os barracos erguidos, bem como a cozinha comunitária e os banheiros. Tudo tem sido discutido coletivamente pelas famílias; uma nova vida está sendo construída.

Na segunda-feira (29/10), uma comissão dos ocupantes tentará se reunir com a superintendência do INCRA para discutir uma saída para a situação que contemple a necessidade das famílias de morar dignamente, bem como buscar a mediação do Ministério das Cidades.

De qualquer forma, o momento agora é de solidariedade. Todos que quiserem conhecer e ajudar a luta da Sônia Angel serão bem-vindos. Doações de roupas, remédios, repelentes, utensílios domésticos e material de construção são as mais urgentes.

Anúncios

, , , , ,

  1. #1 por F.V.C em 29/10/2012 - 12:28

    Bando de Baderneiros, vão trabalhar pra comprar uma casa, quer dizer que se eu não tenho uma coisa eu tenho que entrar e sair roubando dos outros? As pessoas tem que aprender a trabalhar e parar de querer ficar sendo sustentada pelos outros

    • #2 por Zé da Silva em 29/10/2012 - 12:49

      Baderneiro não faz coisa organizada. Baderneiro não luta por direitos. Essas pessoas são trabalhadoras e é justamente por trabalharem e serem cada vez mais exploradas que não têm onde morar. Ninguém lá quer nada de graça. Querem poder pagar um preço justo pela moradia, não o preço da especulação imobiliária. Quando o Estado dá um monte de benefícios e isenção pras empresas produzirem, construírem e lucrar às custas de todo mundo ninguém acha errado. Mas lutar pra exigir que o Estado também ajude quem quer ter o mínimo de qualidade de vida todo mundo critica? As famílias que ocuparam tão é certas! Tem que meter o pé na porta, cortar a cerca e meter a cara! Lutar e trabalhar pra conquistar a moradia! Toda força pra ocupação!

  2. #3 por Robeniza em 29/08/2016 - 13:04

    Sou uma pessoa que esta quase morando na rua ,gostaria muito de ter pelomenos um quartinho para morar ,eu gostaria de saber quando vai ter outra apropriaçao ,quero participar com voces

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: