(Vídeo) “A Casa que o Prefeito deu pra nós” (SC)

(Divulgação | Original no CMI)

Em solidariedade a luta das famílias despejadas da comunidade de José Nitro, Jardim Zanelatto e arredores (cidade de São José, SC) o CMI-Floripa publica o vídeo “A casa que o Prefeito deu para nós”.O curta tem pouco mais de 15 minutos e, a partir do relato das/os desalojadas/os, conta a história de uma promessa feita pelo prefeito Djalma Berger que acabou desestruturando a vida de 200 famílias.

No período de sua campanha para reeleição em outubro 2012, o prefeito de São José (cidade que fica ao lado de Florianópolis) se comprometeu a ceder as famílias a posse de um terreno de propriedade da Imobiliária Suvec Ltda, no bairro de José Nitro. Em mais de uma reunião com as/os moradoras/es, a promessa foi confirmada pelo seu irmão Dário Berger, atual prefeito de Florianópolis. Diante tais declarações, além das pessoas que já se encontravam no terreno há anos, outras famílias passaram a construir suas casas no local.

Assim que as eleicoes acabaram (com a derrota de Djalma no primeiro turno) a promessa veio em forma de repressao. As famílias foram expulsas de suas casas na presenca de 200 polícias armados. Todos tiveram apenas uma hora para retirar seus pertences do local. Logo chegaram os tratores destruindo as casas, os barracos e o sonho de muitos.

A região da Grande Florianópolis passa por um processo intenso de especulação imobiliária. Enquanto os alugueis sobem bruscamente na ilha e no continente, os governos deixam de investir em projetos dignos para resolver a questão da moradia popular. A cidade que abriga um dos bairros mais luxuosos do país (Jurerê Internacional) é também cenário de um movimento acelerado de favelização.

Após o despejo, as famílias se organizaram em um processo de luta para conquistar novas moradias. Atualmente as/os desalojadas/os se encontram abrigadas/os no ginásio do bairro Jardim Zanelatto. Lá estão ocorrendo reuniões e assembleias onde participam as famílias e também uma rede de apoiadoras/es articulada com a luta pela moradia na Grande Florianópolis.

Até agora, os grandes meios de comunicação do estado de Santa Catarina têm ocultado a situação. Colabore com a luta divulgando esse vídeo. Muitas imagens foram gravadas pelas/os próprias/os moradoras/es.

Para continuar a luta, as famílias também precisam de apoio estrutural. Toda ajuda é bem vinda. No ginásio é preciso todo dia correr atrás de comida, fraldas, materiais de limpeza e de higiene pessoal, além de dinheiro para comprar a água e o gás da cozinha. No momento existem também mais de 70 crianças no ginásio que estão precisando de atenção especial. Doações podem ser feitas no prédio da Faed (UDESC) ou pelo e-mail movimentomoradiafloripa(a)gmail.com.

Nessa quinta-feira (25 de Setembro) o movimento deve participar da Marcha da Insatisfação, que acontece as 13h na frente da Catedral, no centro de Florianópolis.

Links : Editorial anterior sobre o despejo | Marcha da Insatisfação

Anúncios

, , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: