Famílias são ameaçadas de despejo em Osasco (SP)

Em Osasco, como em outras cidades da região metropolitana de São Paulo, há milhares de famílias sem teto, que não possuem condições de adquirir uma moradia e não suportam os longos anos que têm de esperar nas filas de cadastro das prefeituras, que nada resolvem e que, no ritmo em que movem as tais filas, demorariam dezenas de anos para resolver o problema habitacional que temos.

Há 5 meses, no entanto, na cidade de Osasco, na região da Vila São José, dezenas de famílias se organizaram contra esta realidade e deram vida há um terreno abandonado que, há muito, só servia para o acúmulo de lixo e práticas degradantes para a comunidade do entorno.

Ocuparam uma área abandonada, situada na Rua Sebastião Picão e aí construíram suas casas simples, mas onde alimentam o sonho de ter um lugar digno onde criar seus filhos.

A comunidade se organizou, buscou o auxílio de um advogado, construiu um espaço coletivo para as reuniões e seguiu na luta.

Mas, há cerca de duas semanas, a Polícia Militar de São Paulo esteve na área anunciando um iminente despejo daquelas pessoas.

Nós, do LUTA POPULAR fomos procurados e, desde então temos acompanhado a situação e dado nosso apoio naquilo que é possível para fortalecer a luta destas comunidades. Os Coletivos Culturais MUTIRÃO CULTURAL NA QUEBRADA e CASA OK, ambos de Osasco, estão conosco nesta unidade de ação para a defesa do direito à moradia das mais de 40 famílias que há meses vivem neste terreno.

As informações de propriedade que temos são ainda contraditórias; uma aponta a prefeitura como atual proprietária do espaço, a outra, lança a REDE TV como dona do terreno.

Tanto em caso como no outro, seria correto dizer que é absurdo o papel que cumpre uma prefeitura – que deveria ter como pressuposto de sua atuação a agarntia de direitos, entre eles o da moradia – ao despejar famílias sem teto de uma área que é pública e, portanto, também delas. Tão absurdo quanto esta hipótese, é a ideia de que a justiça feche os olhos para a situação de famílias carentes e dê causa à um milionário canal de televisão que sequer fazia uso do espaço, deixando-o abandonado, causando transtorno para os vizinhos.

Hoje, neste espaço vazio, vivem famílias, homens, mulheres, crianças e idosos que possuem um sonho de viver dignamente e a coragem de resistir à mais um ataque da justiça injusta, da polícia que só opera para os ricos, das administrações governamentais, mais comprometidas com a especulação imobiliária do que com a dignidade da vida.

Se puder, contribua:

Doações de roupas e alimentos na própria ocupação (Rua Sebastião Picão, s/n Vila São José – Osasco)
Envie e-mails contra o despejo para: prefeito@osasco.sp.gov.br, gab.sehdu@osasco.sp.gov.br,
Mais informações ligue: (11) 7741-3002 – Cachuêra

Anúncios

, , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: