Remoção indireta de famílias atingidas pelo VLT (CE)

(Divulgação | Recebido via email)

Moradores morrem pelo sucateamento do Centro Comunitário da comunidade Aldacir Barbosa

Ontem, dia 25 de outubro às 17h, a comunidade Aldacir Barbosa, organizada no MLDM (Movimento de Luta em Defesa da Moradia) realizaria um ato das famílias ameaçadas de remoção pelo Governo do Estado, por conta do VLT (Veiculo Leve sobre trilhos). O ponto de saída do ato seria o Centro Comunitário Presidente Médici, localizado na Av. Borges de Melo, próximo a Polícia Federal.

Por volta do horário da manifestação, Maria Margarida de Oliveira, moradora da Comunidade Aldacir Barbosa, passou mal e dirigiu-se ao posto de saúde Roberto Bruno que funciona dentro do Centro Comunitário. O Posto, que deveria ficar aberto das 7h às 21h, não tinha nenhum médico presente. Por falta de atendimento médico Dona Margarida veio tristemente a falecer de uma parada cardíaca.

A passeata, que tinha como objetivo e exigência a permanência das famílias e mudança do trajeto do VLT, foi cancelada e todos se dirigiram para frente do Posto de Saúde. Em luto, a comunidade relatou o acontecido à imprensa que compareceu no local. Pouco depois, uma das enfermeiras do Posto também passou mal e teve que ser levada de carro para o hospital, pois o posto continuava sem médicos!

Dona Margarida era uma das mais antigas moradoras da Comunidade Aldacir Barbosa. Quando lá chegou, há mais de 40 anos, não havia nada além de mato e dos trilhos do trem. Junto de outros que moravam em barracos, organizou-se e conseguiu construir sua casa através de mutirões. Na década de 80, por meio de outras lutas, os moradores conseguiram conquistar a construção do Centro Comunitário, através da Associação de Moradores. Durante anos a Comunidade conseguiu garantir, dentre outros serviços: Piscinas e quadra de futsal para a prática de esportes, Auditório, Escola Fundamental, creche, Cursos Profissionalizantes, além de um posto de saúde que por muito tempo foi referência Municipal de atendimento com laboratório, farmácia, dentista e atendimento clínico geral. Dona margarida e os demais idosos gozavam da comodidade de vários serviços sociais próximos.

Mas isso começou a mudar quando o Governo do Estado do Ceará e a Prefeitura de Fortaleza decidiram, sem qualquer consulta às famílias, construir o Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT, como parte das obras de infraestrutura para a realização da Copa do Mundo de 2014. A partir de então, como forma de pressionar as famílias a saírem do seu local de moradia, a Prefeitura de Fortaleza começou a cortar verbas e a sucatear o Centro Comunitário. Resultado: perdemos a escolinha, as paredes estão rachadas, os cursos e projetos sociais acabaram, o Auditório está sucateado e principalmente: baixa da qualidade do serviço do Posto de Saúde.

Agora faltam médicos que, divididos por bairros, não atendem pacientes que não forem de determinado bairro, mesmo que ele seja o único no plantão. Não há mais laboratório, qualquer consulta com especialista demora cinco meses para acontecer, e também não há mais dentista.

Dona Margarida sempre ia para as reuniões do Movimento e, como o restante dos idosos das comunidades dos trilhos, tinha preocupações em relação à remoção e constante apreensão e angústia pela forma como o Governo vem tratando as famílias afetadas: com desprezo e enganação. Há alguns meses atrás, outros dois velhinhos morreram de depressão na comunidade dos Canos, próximo ao Mucuripe. Os moradores acreditam que isso aconteceu em decorrência da constante ameaça de remoção.

A denúncia precisa ser feita: Dona Margarida morreu por negligência do Governo do Estado do Ceará. A responsabilidade por esse ocorrido, e por outros que virão a acontecer, é dos governos e daqueles que estão reunidos em torno da realização da Copa do Mundo! O Governo, já decidido sobre a remoção das comunidades, não se preocupa mais com a manutenção de todos os serviços locais. A preocupação com obras para os turistas desfrutarem se mostra cada vez maior e o esquecimento do povo se mostra real, cruel e desumano. Os investidores da Copa são também responsáveis por essas mortes.

A irresponsabilidade e ganância dos governantes e empresários da copa os tornam culpados por esses tristes incidentes, e por tudo aquilo que acontecer em decorrência das pressões e ameaças à vida e aos direitos dos moradores das comunidades afetadas por estas obras, como o VLT, que nada podem trazer de benefícios nem para as comunidades nem para a população pobre da cidade de Fortaleza. Tiraram a Escolinha.

Tiraram a qualidade do Posto de Saúde. Amanhã vão tirar nossa água e nossa luz para nos forçarem a sair do lugar ao qual pertencemos. E se ainda assim não sairmos, e não tivermos cuidado, tirarão nossas casas e as vidas de mais e mais pessoas das nossas comunidades. Se não matam de depressão matam por falta de ajuda! Se não matam com a remoção, matam tirando-nos aquilo que valoriza o lugar em que vivemos há mais de 40 anos!

Convocamos todos os trabalhadores, jovens, movimentos sociais, todas as pessoas sensíveis de Fortaleza, a se juntarem a nós que estamos cansados da Forma como o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza tratam os mais pobres e várias categorias que hoje estão em luta (Professores, Policiais Civis, etc.) em nome de uma pretensa “Copa dos Ricos” e da prioridade de investimento aos negócios imobiliários e turísticos.

MOVIMENTO DE LUTA EM DEFESA DA MORADIA

Convidamos a todas e todos para nos unirmos nessa luta:

CONTRA A REMOÇÃO DAS FAMÍLIAS PELAS OBRAS DA COPA! PELA ALTERAÇÃO DO TRAÇADO DO VLT! PELA ABERTURA IMEDIATA DE NEGOCIAÇÕES! PELA REURBANIZAÇÃO E MELHORIA DE NOSSAS COMUNIDADES!
Dia 27 haverá ato do MLDM saindo da comunidade Aldacir Barbosa, com concentração a partir das 17h na Avenida Bartolomeu de Gusmão (próximo ao Centro Comunitário Presidente Médici)

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: